sexta-feira, 28 de setembro de 2012

A leitura é a maior das amizades, Proust


Como é por dentro outra pessoa


Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Como que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.
Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.

Fernando Pessoa

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A literatura e a vida

«A literatura difere da vida na medida em que a vida é homogeneamente repleta de detalhes, e raramente nos chama a atenção para eles, enquanto a literatura nos ensina a reparar – a reparar na maneira como a minha mãe, digamos, limpa os lábios antes de me beijar; no som de berbequim de um táxi londrino, quando o seu motor a diesel entra flacidamente em ponto morto; na semelhança das linhas brancas nos casacos de cabedal velho com as estrias de gordura em bocados de carne; na maneira como a neve recente “range” debaixo dos pés; na maneira como os braços de um bebé são tão gordos que parecem atados com cordéis (ah, os outros exemplos são meus, mas o último é de Tolstoi!). Esta educação é dialéctica. A literatura faz de nós melhores observadores da vida; e permite-nos exercitar o dom na própria vida; que por sua vez nos torna mais atentos ao detalhe na literatura; que por sua vez nos torna mais atentos ao detalhe na vida. E assim sucessivamente. Basta dar aulas de Literatura para perceber que muitos jovens leitores são fracos observadores. Os meus próprios livros, caprichosamente anotados, há vinte anos, nos meus tempos de estudante, mostram-me que eu sublinhava, como dignos de aprovação, detalhes e imagens e metáforas que agora me parecem banais, enquanto ignorava serenamente coisas que agora me parecem maravilhosas. Vamos crescendo como leitores, e leitores de vinte anos são praticamente virgens. Ainda não leram literatura suficiente para serem ensinados por ela a lê-la melhor.»

A mecânica da ficção | James Wood
Quetzal, 2010

No próximo sábado, dia 29, às 16h no Museu de Évora, vamos celebrar a música: concerto com o Coral Carlos Seixas e o Coral Évora


Um momento intimista com Vera Sousa no DEL

De forma a dar primazia à língua portuguesa, celebrámos o DIA EUROPEU DAS LÍNGUAS iniciando o ciclo de conferências/palestras para o ano de 2012-2013. A nossa primeira sessão teve como convidada a jovem escritora Vera Sousa que conversou com o público sobre o seu processo de escrita, desvendando um pouco sobre a simbologia que acompanha o enredo dos seus dois romances.






«Um dia preenchido por coisas boas, surpresas, trabalhos realizados pelos alunos, presentes que vou guardar carinhosamente. Uma escola espetacular que me recebeu muito bem! Um bem haja a todos os que organizaram o evento e a toda a comunidade escolar que compareceu. Adorei ter ido a Évora e ter conhecido a escola! Obrigada por me terem convidado! beijinho»
in https://www.facebook.com/media/set/?set=a.280278402073569.48258.100002742352123&type=1

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Vera Sousa: «Os alunos da Escola André Resende, em Évora, motivados com a leitura do meu livro!! Nesta 4ª feira, lá nos encontraremos!»


As obras de Vera Sousa, a nossa escritora do mês!


          Vera Sousa nasceu em 1980. Desde muito cedo que as artes se tornaram numa forma de expressão, desde a pintura, à arte floral e à escrita.  É professora do Ensino Básico e Secundário, formada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa.
      «Dando especial atenção à sociedade atual e a um Portugal histórico que renasce, a escrita de Vera Sousa assenta na multiplicidade de estilos, na interdisciplinariedade  e numa cultura dos símbolos, em que os objetos raramente têm um único sentido. Assentes na beleza estilística, na sensibilidade e no gosto por uma paisagem romântica, no gosto frequente por um cenário ilustrado pelo mar, as palavras ganham vida pela carga emocional que transportam consigo. Os comentários que os leitores têm feito às suas obras têm contribuído para que seja, cada vez mais, reconhecida no panorama literário atual.»






sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O MAR é o tema proposto pelo projeto aLer+ para a criação de atividades em torno da leitura. Haja inspiração, criação e articulação!... :-)))


Vera Sousa, uma autora a descobrir

«Dia 26 de setembro, irei a Évora, à Escola Básica André de Resende, a qual solicitou 100 exemplares da obra A Última Carta que te Deixei, para ser lida e trabalhada pelos alunos. Neste tipo de iniciativas, é facilitado o envio de livros para as escolas a preço promocional!
A todos os professores que se mostrem interessados na minha ida às escolas para falar dos meus livros e dos meus processos de escrita, estarei disponível para os programas literários que definirem.» Vera Sousa in https://www.facebook.com/escritora.verasousa

Já cá estamos outra vez!

Pois é!
Ainda com o calor do verão, este é mais um ano letivo que começa... Esperamos que seja bom para todos, apesar das grandes dificuldades que se adivinham e que se aproximam! 
Estamos prontos para mais uma etapa nos nossos percursos!
Bom ano e boas leituras são os votos da equipa da BE!