sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Beato Salú (Salu)

     No âmbito da disciplina de Português, hoje vimos apresentar a pessoa importante que escolhemos – Luís Martins, também conhecido por Beato Salú.


Beato Salú nasceu em Évora, tem 76 anos e infelizmente teve um acidente cardiovascular há pouco tempo. Ele afirma que lhe tiraram a casa por razões políticas e assim, há sete anos que vive na rua. Uma curiosidade é que o Beato Salú é assim chamado devido a uma personagem de uma novela, com esse mesmo nome.
Teve várias profissões, entre as quais groom no Café Arcada, situado na Praça do Giraldo, foi também empregado numa fábrica de velas, onde aprendeu a fazer trabalhos com cera. Tem um irmão e uma irmã já falecida, com quem vivia. Teve um gato chamado Italiano com quem vivia na rua. Andou na escola primária e depois na comercial.
Ele afirma ter feito vários milagres e evitado várias catástrofes naturais, entre as quais ter desviado um furacão para o mar, dirigindo-se para todos os sítios para onde ele ia, fazendo ricochete no Luís e morrendo no mar. Essa força, segundo ele, foi-lhe atribuída por Deus. Diz ter evitado um genocídio, onde iriam morrer queimadas duas mil e quinhentas pessoas.
Depois da entrevista ambos analisamos reportagens em que recolhemos as seguintes informações:
Luís diz ter um valor superior ao das outras pessoas pelas coisas que tem feito (os milagres já falados). Ele entende-se como um ser diferente e diz que se não existisse, Portugal também não existiria. Ele contou na reportagem da SIC que com dois anos disse à mãe que os Portugueses estavam presos politicamente e que era ele quem os iria salvar. Ele vive em Évora há 29 anos, foi comerciante por todo o País e casou perto da Covilhã. Vive na nossa cidade  pois está a cumprir uma missão divina. Luís deixou a sua visa pessoal, todos os seus bens e família para completar essa missão. Não vê a sua mulher e filha há cerca de 29 anos, quando veio para Évora. Só os procurará quando acabar este seu trabalho. Infelizmente a sua mulher faleceu há 14 anos. O seu filho nunca respeitou a opinião do pai. Luís tem duas netas que nunca conheceu.
Uma vez, ao fim de dois dias num lar em Évora, fugiu de lá pois achou que não era coisa para ele. É um homem muito ligado à política, autoproclamando-se o pai da política. Luís é católico e muitos lhe chamam filósofo.
Gostámos muito de fazer este trabalho pois ficámos a saber mais sobre esta lenda viva da nossa cidade, que é o Beato Salú, mas também foi um pouco esquisito porque depois do AVC ele ficou com mau aspecto.
Foi difícil fazer esta apresentação oral, pois ao sermos dois não foi fácil organizarmo-nos e também porque no final da nossa entrevista só conseguimos arranjar cerca de um minuto para cada um, tendo assim de recorrer à reportagem da SIC, que nos deu mais de metade da informação.

Trabalho realizado a partir de uma entrevista de rua por  António Sequeira e Tomás Fialho de 11 anos.

Sem comentários:

Enviar um comentário